quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Deite Comigo

Deixe que meus labios deslizem sobre tua pele
Deixe que suas unhas desfiem minha pele
Deixe-me provar todos seu corpo
Deixe sua marca em todo o meu

Deita comigo pelos prazeres da carne
Para se esquentar nessa noite fria
Para que possamos fazer companhia um para o outro
Pois num há outro lugar para ir

Esqueça que me me ama
Esqueça que não me ama
Apenas deite e descance