quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Seus Lençois

Parte I

Eu queria durmir onde vc dormia e vc me disse vem e levantou o lençol
O silencio que reinou ali foi intenso, só interrompido pelo respirar de cada um.
Você apenas com aquela fina e longa camiseta, percebia-se sua pela nua sobre ela, seus seios rígidos do ar frio do quarto.

Sua causinha sob a camiseta, suas coxas nuas arrepiadas de frio.
Você se sentou a beira da cama, segurou na borda da minha camisa e a começou abrir botão por botão, beijando e mordendo minha barriga a cada botão aberto. E quando não pode mais morder sob os botões se virou para o meu cinto.

Enquanto você o abria eu tirava a camisa. Você tirou meu sinto e eu tirei a camisa.
Minha calça frouxa na cintura começava a cair. Minha mão correu seu pescoço e subiu pela nuca juntando seus cabelos em minha não fechada.
Puxei-os, sua cabeça inclinada. Minha boca na sua boca, minha língua contra a sua. Minha calça no chão. Minha boca seu pescoço. Minha língua na sua orelha.
Nossos copos na cama.

Minha mão começaria correndo por seus pés, minha boca a acompanharia lentamente. Beijando, deslizando minha língua, mordendo. Dos pés a ate seus joelhos. Fartaria minha língua e meus dentes em suas coxas. As apertaria palmo a palmo, ate achar sua calcinha no caminho. Eu ia puxar. Brincar com ela em você. Ia brincar com minha língua por Cima dela.

Junta sua perna, ver ela dobradinha por de baixo da sua causinha. Tiro sua calcinha. Deslizo minha mão sobre, deslizo minha língua lentamente. E de novo, e de novo. Enfio minha língua em vc. Passo ela bem encima do seu clitóris e chupo-o. Colocar minha cabeça no meio de suas pegar e te lamber ate escutar vc gemer alto. Enquanto brinco com minha língua. Coloco meus dedos em vc. A língua provando seus lábios e seu clitóris e meus dedos brincando com vc por dentro.  E brincando cada vez mais rápido.

Você agarra meus cabelos e me puxa, eu ainda continuo a te provar. Você rasga minhas costas, eu coloco meus dedos mais fundos em você. Suas pernas apertão minha cabeça, meus dedos vão mais rápido e minha língua mais intensa. Você aperta com toda sua ultima força. Você Grita alto. Minha boca prova de você novamente. Seu corpo relaxa e suas garras se solta das minhas costas. Meus dedos molhados de vc sobem ate sua boca e eu os passo em seus lábios e nos beijamos com o sabor de seu prazer. 

Parte II

Meu corpo sobre o seu. Meu rosto junto ao seu. Nossos beijos lentos e com um ar quase romântico. Porem só sua camiseta separava sua pele da minha. E só minha cueca separava seu prazer do meu prazer. Suas pernas a me envolver. Minha mão a repousar sob sua nuca, entre teus cabelos.  E a outra a subir pelas suas costelas por baixo da sua camiseta. Minha boca desvia de seus lábios. Meus dentes encontram o pé de sua orelha.

Sussurrei beijos ao seu ouvido, meus lábios se deliciavam sobre suas orelhas, minha mão segurava seus cabelos enquanto eu falava e vc virava o pescoço se deliciando. Seu pescoço a mostra para um vampiro sem escrúpulos como eu. Deliciei-me com ele. O mordi desde a nuca até sob o seu queixo. Provei-te ali, subindo ate sua boca novamente. E desci ate a outra orelha e quando ia suspirar em seu ouvido minha língua, vc decide reagir. Sinto teus dentes a morder minha orelha, tua voz sussurrava palavras indecifráveis. E tua boca marcava meu pescoço. E minha mão se agitou dentro da sua blusa erguendo-a. Tuas mãos levaram minha a face até tua boca novamente. E sua língua deslizou sobre meus lábios. Teus olhos de desejos se encontraram com os meus e a consciência deu lugar ao desejo.

Sua camiseta vôo. Minhas mãos corriam loucas por seu corpo. Minha língua deslizava em direções estranhas. Suas unhas me marcavam com desenhos abstratos. Seus pés a me despir por completo. Agora nossos corpos pele a pele. Em Beijos loucos. Em abraços sem controle.

Nossos corpos se tornaram um. E suas pernas me envolveram e puxaram. Você mordia os lábios a cada vez que tentava ir mais longe dentro de vc. Você corria suas mão marcando meu peito.

E eu a brincar com o seus gostar. Colocava e tirava. Para ver sua boca entreaberta, desejando te-lo novamente em si. E eu ia brincando. Então vc me agarra, e me joga para dentro de vc e suas unhas cravadas em mim me mantêm ali. Movimentando mais rápido em vc.

Sentir o calor aumentar dentro de vc. Seu gemido ao meu ouvido. Suas unhas na minha carne. Eu puxando seu cabelo. E beijando sua boca. Sua boca a me morder a cada movimento mais forte. Eu só tentando cada vez fazer mais forte. E cara vez mais quente. Os dois ofegantes e suando um sobre o outro. E o corpo não querendo para. E fazendo mais rápido e mais forte.


E cada movimento mais intenso, cada fôlego mais profundo. Mais força, mais fundo. Mais rápido. Os dois sem fôlego, sem voz. Mais Fundo Mais forte, Mais rápido. Os dois com as faces rubras se entreolhando por um instante. Mais rápido, mais forte, mais fundo. Um urro solto cerrado entre os dentes. Um suspiro de prazer.

Movimentos soltos um sobre o outros sorrisos bobos, e suspiros suados.