domingo, 18 de abril de 2010

Objetivos

Minha mente pesada
Meus desejos perdidos
Pesadelos rondam meus olhos
O dia iludido por fantasmas
O carma encarvado na pele
E amarrado as minhas asas
O desejo abandonado
O sonho conrrompido
O olhos vermelhos na noite
E sua brisa nos pulmões
Varios caminho
Uma mente pedida
Um desejo esquecido
Um objetivo agora sem sentido
Um adeus sem quem
um querer sem alguem