terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Um Homem

Por que não consigo ver mais tua face meu anjo
O tempo pode ter já levado a força dos meus olhos
O pode ter corroído as lembranças de minha mente
Mas ele não fez nada alem disso
Pois, não vejo, mas ainda sinto as feridas abertas
Quando o vento sopra sobre elas.
Mas o que é um homem senão um corpo e suas feridas
Cheios de cortes e cicatrizes e apenas uma espada apara lutar
Uma espada para impunha com as duas mãos e toda força.
Um homem é carne e feridas abertas
Uma espada e a força pra abrir o caminho a sua frente