quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Aquele q passara

Abra os portões!
Destranque as portas!
Tire as grades das janelas!
Não obstrua meu caminho
Eu passarei por sua cara
Quanto maior a resistência
Maior será minha violência
Sou um espelho se seu coração
Se me receber com carinho
Com respeito tratarei seu lar
Mas se só tiver magoas contra mim
Haverá o desejo de sangue batendo em sua porta