quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Comparações


Por que o jubilo da ceifar a colheita nunca será igual a gloria de ceifar a vida de seus inimigos
Por que o sabor do deleite dos festins nas colheitas nunca serão iguais ao deleite de festar como o espólio de seus inimigos derrotados
Por que o sentimento de viver e morrer nunca está tão perto quando o sentimento do medo e da gloria

Por que o tempo de uma estação nunca se comparará com o tempo de um golpe de espada