quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Doce Ilusão - Part 1

Es negro teu setim, E branca tuas asas
Vens a brincar com minha alma quebrada
Transforma meu deserto em praia  e teu negro em branco
Minha mão a torcar seus pés junto a agua do mar
Teu corpo deitado na areia com branca e fina seda molhada
O tecido a mostra alem de suas doces formas, tão fino e lindo
As ondas a quebrar em seus dedos e a espirra em suas pernas expostas
Minha mão deslizando por elas seguidas de meus labios a beija-las
Tuas cochas a se arrepiarem na minha respiração e na agua do mar
Minha mãoem sua cintura a embolha seu vestido em um aperto suave
Tuas mãos a tocarem minha cabeça enquanto minha face sobe por teu corpo
Então te vejo, labios entre abertos em um sorriso e um olha a me desafiar
Os labios se esbarram e provam o leve sabor do mar em casa um
Até minha mão se colocar em sua nuca  e a força do desejo torne-se a força do beijo
Um labio contra o outro, os folegos a se misturarem o doce mel de tua lingua na minha
Teus braços a percorrerem minhas costas, e tuas mãos a me desvestirem os trapos
Uma abraço que joga meu corpo contra o teu e torna o beijo mais ardente e profundo
Então desliso meus labios em teu ouvido e te conto sobre tua belesa e sobre meu amor
Meus dentes a serrerem em tua orelha cercados a meus beijos deslizando para seus pescoço
Seus corpo a se entregar em meus labios que deslizam em seu pescoço indo sobre peito
O tecido molhado praticamente transparente a mostrar sua beleza
As alças e laços a se desfazerem  e o tecido a deixar teu corpo em lisa pele
Es anjo, em nua pele, cada curva, cada detalhe a me excitar
Percorro meus olha de uma face, com um sorriso, satisfeita em me seduzir, e desço
Contornando cada parte nua tua, não só com os olhos, com a mão, como boca, com a lingua
Me deliciando com seu corpo inteiro, cada pedaço, cada gosto teu
Entrego-me a teus seios com uma criança pequena, acaricio-os , beijo-s e os mordo.
Então me retenho em seu colo, e vou a brincar com sua fertilidade.
A toco, a beijo desliso minha lingua sobre ela.
A cada movimento vendo seu corpo a se trocer, e sua boca a soltar doces gemidos
Fazer seu corpo a tremer em minha mão com um unico toque.
E a cada movimento ver sua pele a se arrepiar
E ao toque de minha lingua e em meus dedos faze-la grita em prazer e suas asas se abrirem
E provar mais uma vez de seu sabor