domingo, 20 de junho de 2010

Doces Batalhas

Sento sobre a relva novamente
As feridas enfaixadas
Com a espada sobre o colo
E lhe limpo a lamina
Silenciosamente banhada em sangue
Vejo os defeitos em seu fio
Lembro-me das batalhas
Passo a passo
Revendo acertos
Procurando meus erros
Mas ali sobre a relva
Respiro ainda
As lembranças de doces batalhas