domingo, 21 de março de 2010

Senhorita

Senhorita
Você que dança sobre o luar
E pisa a grama orvalhada da noite
Que foge ao escutar minhas palavras de amor
Senhorita
Não escutara mais o amor por minha boca
Não o verá em meus olhos
Nem o sentira no meu peito
Senhorita
Mas quando tomar você e meus braços e dançarmos
Quando eu tocar em sua cintura e conduzi-la
E meus lábios tocarem tua face
Senhorita
Você verá o amor que tenho por ti
Então não terás como fugir
Pois já esta presa em meus braços
Senhorita...