quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

O demonio e sua espada

Hoje abrirei minhas asas
Mas elas não são brancas
No lugar de belas penas tenho escamas e espinhos
Hoje quero empunhas minha espada.
Ela não tem bainha, uma espada que nunca descansa
Uma espada feita de rocha e sangue.