sábado, 16 de janeiro de 2010

Carne e sangue

Vejo-te aqui sentada a meu lado
O sangue a pulsar sobre tua pele
Tua pele lisa e pálida a arrepiar com o meu sussurrar
Teus lábios sobre o rubro batom
Meus dentes a encontra sua pele
Tuas unhas pretas a arranhar minha pele
Minha boca a fechar em seu pescoço como beijo
Seu suspiro a se perde na densa noite
Minha mão a correr teu corpo
Tua unha a definhar minha carne
Teu sangue em meu paladar
Meu corpo em suas mãos.