domingo, 31 de janeiro de 2010

Aço e Laminas 2

Tuas asas são laminas
Elas me envolvem, elas devoram minha carne
Teus braços são laminas
Eles tomam meu sangue como seu
Se tuas laminas me cortam
A dor não é capaz de me tocar
Porque em sua presença meu espírito é aço
E tuas laminas são meras caricias