sábado, 12 de dezembro de 2009

demonios e lagrimas

Meus demonios caminham sobre a grama de meu jardim
Eles se vestem de meus medos
e tentam me assustar, me ver encolido num canta a chorar
minha lagrimas caem sim, mas só depois de derruba-los
Um por um, deixar em suas caras a marca de minhas garras