quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Ainda em Pé

Ele ainda pernance em pé a esperar
Demonios e anjos
Besta e paladinos
Morreram sob suas botas e por sua mão
Um coração que não bate mais
Uma alma que pulsa loucamente
Seus olhos a olhar para lugar nenhum
e a mente a não esquecer ela.